domingo, 12 de setembro de 2010

Realizando um sonho - Lucas e Charlie Brown Jr.

Bom eu não sei como tudo começou, mas um belo dia saiu da boca do Lucas algo que nós não conseguíamos entender. Depois de algumas tentativas, bingo!! Era Charlie Brown Jr... nascia alí uma paixão pelas músicas da banda e consequentemente pelos seus integrantes. Todas as vezes que íamos ouvir músicas tinha que tocar as músicas da banda, depois veio outra palavra esquisita, essa demorou um tempo mais pra entendermos, era mp3 pra ouvir suas músicas favoritas na rua também. Folgado esse menino...
Mas assim foi feito. Compramos o mp3 e colocamos suas músicas favoritas. Por vezes a mãe aqui tentou inserir outras músicas pra ver se caia no gosto dele, mas ainda não deu certo, por enquanto é apenas Charlie Brown Jr. Após o mp3 veio o DVD que ganhou de presente da vó Cleide e a partir daí ele conheceu os integrantes da banda, principalmente o chorão.
Vendo o quanto ele gostava da banda, me enchia de vontade de levá-lo em um show deles, mas ficava por aí mesmo, na vontade... esse ano porém, ao ver sua euforia enquanto ouvíamos a banda tocando resolvi fazer uma promessa.
- Lucas, esse ano no seu aniversário de 10 anos vou te levar pra ver um show do Charlie Brown Jr., vai ser o seu presente você quer?? Fiquei ansiosa esperando a resposta.
- Querooo. Meu pai...
- O que tem o seu pai?
- No show. Convidá-lo.
Percebi então que ele gostou do presente e tratei de avisá-lo que iria demorar afinal seu aniversário é só em dezembro.
Ele entendeu, porém, no mesmo dia quando estávamos indo pra escola ele falava no show e não parou mais... fizemos alguns exames nos dias que se seguiram e ele convidou até o médico na hora do ultrasson, as meninas que auxiliavam no laboratório, a família e até alguma garota bonita que ele encontrava na rua acabava convidando pro show.
Claro que eu e seu pai já estávamos de olho na agenda da banda pra saber quando estariam aqui em Sampa, essa promessa tinha que ser cumprida!! E por várias vezes nos preocupamos. Será que vamos conseguir?
Aproveito pra frisar aqui que "nada acontece por acaso". Era bem dificil ouvir rádio aqui em casa, só ouvíamos pelo computador pois não tínhamos rádio e desde o ano passado que minha cunhada estava pra nos fazer a doação do seu som e eis que ele chegou no domingo dia 5.
No feriado meu marido não trabalhou e estávamos em casa ouvindo a rádio metropolitana quando de repente anunciam que Charlie Brown Jr. estaria no dia 9 na rádio tocando ao vivo. Era nossa oportunidade de cumprir a promessa. Enviamos e-mail pra rádio e recebemos retorno no dia seguinte dizendo que nesse caso dariam prioridade. Apesar do medo (temíamos que ele não visse a banda e se visse que chorasse como faz em alguns eventos que vamos, pois ele tem certa dificuldade de controlar suas emoções), mas mesmo assim decidimos que iríamos tentar. Tudo certo, eu e Fabio nos programamos pra que na sexta finalmente, o sonho do Lucas pudesse se tornar realidade. Na quinta liguei pra minha mãe e estava contando a ela da nossa "aventura". O horário que pensamos em chegar lá era 15:00hs, pois fomos informados por e-mail que as 16:00hs a banda tiraria fotos com todos os fãs que estivessem lá. Durante a minha ligação para a minha mãe, olhei para o computador (já estava usando-o há um tempão) e vi que era dia 9, quase tive um treco... era o dia do encontro... desliguei o telefone, abri minha agenda e confirmei a data, após abri o site da banda e vi que realmente estava acontecendo o encontro naquele momento. Por um instante pensei que tudo estava perdido, mas resolvi não desistir.
Liguei para o meu marido e ele veio correndo pra casa, quando chegou já estavamos prontos, numa euforia só. Fomos correndo até o metrô (parecia a fuga dos desesperados) e às 17:30 hs chegamos na rádio. A fila era de assustar mas conversamos com a funcionária que cuidava do elevador que levava os fãs pra tirar fotos e ela nos deixou subir primeiro. Meu coração estava a mil até parecia que eu era a fã.
Não demorou para entrarmos na sala onde a banda estava pra tirar as fotos. Logo que o Lucas entrou já viu o Chorão e o reconheceu... os olhinhos brilhavam e ele falou quase gritando: Chorão!! Nisso ele se aproximou e apresentou a banda, também deu uma bandana de presente pra ele, igual a que estava usando e fez questão de tirar o boné e mostrar que era igual... Foi muito legal essa atitude dele a atenção que deu ao Lucas... Retribuimos o presente com um gibi da Turma do Lukas e ele recoheceu logo que éramos nós rsrs. Após tiramos as fotos e quando íamos saindo uma moça da rádio disse que podíamos ficar na sala enquanto a banda tirava as fotos com o restante dos fãs.
Durante o tempo que ficamos na sala esperando o Lucas não parava, falava o tempo todo que era o máximo, que era legal, chamava o Chorão, enfim... uma verdadeira euforia e nós acalmando-o o tempo todo.
As 18:00hs o programa ia ao ar, uma pessoa da rádio nos acompanhou e nos colocou dentro do estúdio, junto com os poucos fãs que haviam ganhado a promoção que dava direito a assistir o programa de dentro do estúdio. Ainda bem que nos deram essa prioridade pois seria impossível ficar com ele do lado de fora, vendo o programa pelo vidro.
O momento que mais nos tocou foi quando durante uma música que ele cantava se aproximou do Lucas e falou com ele... Foi demais!!! O Lucas ficou travado de tanta emoção... vejam o vídeo e irão entender.
Passamos um sufoco por várias vezes, pois em alguns momentos pensamos que ele não daria conta de tanta emoção e iria começar a chorar... teve um momento durante o programa que ele até falou: Não aguento, vou chorar, nessa hora ficamos com muito medo mas no final deu tudo certo, ficamos até o programa terminar e ele ainda pode se despedir do chorão em alto estilo.
Quando saimos da rádio ele não parava de dizer que o seu sonho tinha sido realizado, na verdade nossos sonhos, pois eu e o seu pai também realizamos o nosso, o de ver o sonho do nosso filho se realizando!! Esse encontro vai ficar pra sempre em nossa memória.
Fica aqui o nosso agradecimento a Rádio Metropolitana por terem dado prioridade ao Lucas. Isso foi fundamental pois se tivessemos que enfrentar a fila como os demais fãs, esse encontro não teria acontecido, pelo menos não da forma tranquila como aconteceu, pois o Lucas nãoa guentaria ficar muito tempo esperando, tanto pela questão postural quanto pelo controle de suas emoções.
Agradeço também a toda a banda e em especial o Chorão que por várias vezes brincou com ele, deu atenção até mesmo na hora de se despedir. Muito obrigada mesmo, de coração!!!

Bjks a todos!!
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Emily Sany disse...

Nossa...."Eu estou chorando". hehhe Fiquei muito emocionada ao ler essa linda aventura. Tenho certeza que poder realizar o sonho de um filho deve ser algo inexplicável. Parabéns Lukinha por você ter conseguido mais uma grande conquista. Que Deus abençõe essa família linda. beijos
Emily Sany