terça-feira, 3 de maio de 2011

Inclusão escolar 2011

Um ano inteiro se passou desde que voltei a fazer parte dessa "inclusão escolar" que é tão bonita teoricamente, mas de assombrar quando encaramos na prática.
A boa notícia é que a interação entre os colegas e professores ocorreu tranquilamente. Lucas fez amizades e se sente muito bem na escola e finalmente há cerca de um mês atrás e após vários ofícios enviados à Diretoria de Ensino saiu o seu transporte. O engraçado é que a Van paga pelo estado veio juntamente com o Atende que consegui por minha conta, afinal após um ano de espera eu já nem acreditava que fosse possível para esse semestre.
A van é normal, não tem elevador e os colegas são crianças com e sem deficiências. Até aí tudo ótimo, acho bom mesmo essa idéia do "tudo junto e misturado", porém ele está indo no colo, aí já não dá né... com 10 anos a criança tendo que ir no colo de um estranho... esqueci de dizer, ele vai sozinho. Nada de mãe, pai, irmão... é pra desgrudar mesmo rsrs.
Mas sobre essa questão, vou dar um tempo, sei que as coisas não vão acontecer como mágica, mas já conversei com o pessoal resposável pelo transporte para que seja providenciado uma cadeira de carro, pra que ele não precise ir no colo de ninguém. Quando isso acontecer (espero que não demore um ano...) vai ser melhor ainda.
Segundo me informaram, o estado comprará uma cadeira de rodas como a que ele usa, feita com suas medidas para que fique na escola, assim facilitará sua ida nesta Van, estou providenciando os documentos e vamos aguardar pra ver no que vai dar.
Ele está gostando muito de ir de perua sozinho e eu mais ainda, claro!! No início é sempre difícil, fiquei apreensiva, preocupada, queria ligar, ir até lá, até fui e vi que estava bem arrumadinho na cadeira o que me tranquilizou. As coisas estão acontecendo tranquilamente, o mais imortante é que ele está feliz.
Agora vem a parte mais difícil que é o cuidador e pedagogo especializado. Desde que o Lucas entrou na escola que foi solicitado o cuidador, mas durante a Feira Reatech fui até o stande do governo e fiquei sabendo que tão cedo não terá cuidadores nas escolas, então mais uma vez vou eu entrar em ação. Vou brigar por isso, pois vejo que muitas vezes ele fica frustrado por não fazer atividades. Imagina, todos os colegas com cadernos, fazendo atividades e só você sem nada... Não posso culpar a professora e nem o pessoal da escola, também não quero tranferí-lo pra outra que tem sala especial, afinal não fui em busca de escolar regular sozinha, fui pressionada a fazer sua matricula por causa da lei de inclusão... ouvi até que eu não podia privar meu filho do direito de estudar, que o conselho tutelar estava em cima.... pois é, foi um auê e agora que ele está matriculado não tem recursos para que estude?? Bom estou polindo minha armadura e ainda que eu não consiga tudo o que quero pelo menos vou fazer alguém se mexer, o que não dá é pra passar ano após ano, fingindo que existe inclusão...
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

Uma Mãe Indesistível!!!!! disse...

Oi Antonia, sou mãe espcial tb e estou a procura do seu livro par comprar e não consigo, gostaria muito de tê-lo, por favor me diga onde e como comprá-lo.. sou de Rondonia e aqui nem sombra dele...de já agradeço...Mãe da Ju

Antônia Yamashita disse...

Oi Imoni, em breve o livro A Trajetória de uma Mãe Especial estará a venda em várias livrarias (provavelmente daqui uns 2 meses). Quando estiver confirmado postarei mais informações aqui.
Grande abraço!!
Antonia

elen disse...

Oi Antonia tenho uma mocinha de 19 anos e acredite se quiser mas fui eu que tive que provar aos medicos que minha filha era especial.E isso so se confirmou aos tres anos de idade .cheguei a ser diagnosticada com depressão pós parto.A inclusão escolar é muito bonita na teoria mas na prática e desumana e triste .vivi isso por muito tempo, cheguei ao ponto de ver a professora chorar por não saber lidar com minha filha, nao saber como ajudar .Não há um preparo com os professores e eles acabam se desesperando.Como a escola não pode recusar a criança , eles acabam aceitando.já ouvi a seguinte frase: Deixa ela aí vamos ver o que aconte.Ë lógico que não deixei.Inclusão escolar sem preparo dos professores não existe.

Antônia Yamashita disse...

Oi Elen, eu acredito nisso sim... quantas vezes eu mesma tive que diagnosticar sobre algum sintoma que ele estava tendo e ainda assim não fui ouvida... já vi médico rindo da minha cara sem sequer disfarçar, por isso costumo frenquentar sempre o mesmo PS pois assim os médicos me conhecem e acabam me ouvindo. Infelizmente temos que conviver com isso né...
Quanto a inclusão, a professora do Lucas está na mesma situação, sem saber o que fazer e quem paga o pato é ele que não faz nenhuma atividade, mas vou continuar tentando, acredito que aos poucos as coisas vão mudando...
Grande abraço pra vcs

Anônimo disse...

Ola adorei o seu texto, minha filha tem sofrido bastante com essta tal inclusão pena que é tudo bonito só no papel. Thais (umamaeparatres.blogspot.com)

mila disse...

Olá!!!! Adorei o assunto, estou procurando uma escola pro meu filho que vai fazer 3 anos somente em janeiro, mas desde o primeiro semestre procuro escola pra ele, me antecipei pq já sabia das dificuldades, mas não vou desistir, estou fazendo uam lista de todas as escolas que me disseram não pra denunciar.

Antônia Yamashita disse...

É isso mesmo Mila, se não cobrarmos nada essa situação nunca muda. É difícil, exaustivo, mas conseguiremos!!
Grande abraço e sorte na sua jornada.

Regiane disse...

BOM DIA ANTONIA GOSTARIA MUITO DE COMPRAR O SEU LIVRO SOU VIZINHA DA GE PRIMA DO SEU FILHO LUCAS E ESTOU MUITO INTERESSADA NO LIVRO COMO FAÇO???/ MEU EMAIL É credito@projepisos.com.br ou telefone 6277-9336 meu nome é REGIANE.

Regiane disse...

BOM DIA ANTONIA.

SOU VIZINHA DA PRIMA DO SEU FILHO A GE MÃE DO NICOLAS AGORA, TENHO UM FILHO COM PARALISIA E GOSTARIA MUITO DE ADQUIRIR SEU LIVRO TRAJETORIA DE UMA MÃE ESPECIAL COMO FAÇO, VOCE ME VENDE E ENTREGA ANOTE MEU EMAIL credito@projepisos.com.br ou meu telefone6277-9336 meu nome é REGIANE. MUITO OBRIGADA FICO NO AGUARDO DAS INSTRUÇÕES PARA A COMPRA DO LIVRO A GE QUE ME DISSE SOBRE O LIVRO.