terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O que faz a diferença?


Semana passada, postei a foto acima no facebook. Era mais uma foto de tantas outras que tenho, retratando nosso dia a dia... Em pouco tempo fui surpreendida pela repercussão da imagem que mostra a dificuldade de uma pessoa com deficiencia, idosos, gestantes e afins, de utilizarem o transporte público em horário de pico.
Devo dizer que não li todos os comentários, mas fui acompanhando boa parte deles. A surpresa maior foi perceber a indignação das pessoas em relação a situação, uma vez que eu mesma não fiquei tão indignada... pois postei no sentido de mostrar a nossa realidade, como faço sempre.
Quando digo que não fiquei tão indignada com a situação é porque reconheço que já avançamos bastante, pois houve época em que precisei cancelar um exame importante que tinha marcado para as 08:00 (e marquei esse horário, povo que pensa que a pessoa com deficiencia não deve sair de casa em horário de pico, porque o meu filho na época com uns 7 anos, tinha que estar em jejum, portanto não seria ideial que eu marcasse para as 11:00), nesse dia na estação Dom Pedro II, simplesmente voltei para trás... naquele dia, ainda que eu tivesse com muita vontade de empurrar a cadeira vagão adentro, batendo em quem quer que fosse, eu não conseguiria, era muita gente por centimetro quadrado...
Mas agora que todos viram, comentaram e compartilharam quero resaltar que não sinto necessidade de um acompanhante comigo para ultilizar o metro, preciso de elevadores, porque até consigo usar a escada rolante para subir, mas para descer temo cair com Lucas, cadeira e companhia... também não sinto necessidade de um vagão exclusivo, vazio... não somos melhores do que aquele que vai cansado do trabalho para casa, quero na verdade ter respeitado o direito de ir e vir, para onde for, na hora em que eu precisar e tiver vontade.
Como isso pode ser resolvido, sinceramente não sei, mas acredito que tudo é possível quando há a busca e o desejo de realizar. Eu, e tenho certeza que pelo menos uma meia dúzia de usuários, estamos dispostos a colaborar no que for viável para melhorar essa situação.
Claro que a compreensão, o respeito as necessidades e o amor ao próximo, não se consegue através de modificações no sistema de transportes. Isso é uma coisa que vem de cada um e faz muita diferença na vida do ser humano.

Abraços a todos!!
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

VOLUNTÁRIOS DO BEM disse...

Minha amiga Antonia!!! Nos vimos poucas vezes mas foi o bastante....
Voce é um exemplo maravilhoso do que é ser uma mãe especial......
Voce e nossa amiga Noely Mestre.

Antônia Yamashita disse...

Obrigada vocês também são especiais. Bjs pra todos

LitoSoft disse...

Isto aconteceu contigo?!?

Em q linha? Em q estação?!?!


Passei a imagem para uma Parlamentar e me fez estas perguntas.... Ela irá enviar a imagem para o metrô e cobrar respostas...

Agradeço retorno no e-mail voz.animal@hotmail.com

bjs @>-->----

Antônia Yamashita disse...

Olá LitoSoft essa situação aconteceu comigo e devido a repercussão que a foto teve fomos chamados para uma reunião com a equipe do metrô e estamos juntos elaborando uma campanha de conscientização.
Agradeço imensamente pelo apoio.

Abraços,