quinta-feira, 5 de julho de 2012

Cadeirante por um dia

Já tive vários comentários do meu filho Victor que me surpreenderam como o dia em que me disse que queria ser cadeirante e quando pediu que comprassemos para ele uma cadeira de rodas.
Sexta feira passada dia 29 de junho, participamos da Feira Reacess no Rio de Janeiro que foi até domingo dia 01 de julho. Durante a feira ele teve a oportunidade de passar boa parte do dia como um "cadeirante". Enquanto o Lucas andava em sua bicicleta adaptada ele usava a cadeira de rodas. Em outros momentos andava na hadbike (bicicleta adaptada para quem tem paraplegia) do seu amigo Caio. Eles até fizeram uma corrida de cadeira de rodas, mas claro que o Victor perdeu por falta de experiência...rs

Depois da corrida de cadeiras ele veio me mostrar as maozinhas vermelhas e eu disse:
- Pensa que ser cadeirante é fácil? Falei em tom de brincadeira.

Fico imaginando como seria se todos pensassem como o Victor que apesar de acompanhar as dificuldades do irmão e até sofrer junto em alguns momentos ainda assim pensa no assunto sem qualquer receio ou preconceito, como se ter uma deficiencia, usar uma cadeira de rodas, fosse algo totalmente natural, o que de fato é mas infelizmente nem todas as pessoas conseguem entender.
A ultima surpresa que nos fez foi quando entrou na cozinha olhou para mim e seu pai enquanto conversávamos e disse:
- Pai, mãe, quando eu crescer vou ter um filho deficiente.
Pais se olhando em tom de surpresa e tentando pensar rápido para dar uma resposta. Então eu disse um pouco sem jeito.
- Filhote, ter um filho com deficiência é muito bom mas também é muito bom você ter um filho que anda para poder jogar futebol e correr com você (falei imaginando que o modelo de pessoa com deficiência é o irmão que usa cadeira de rodas). Ele pensou rapidamente e deu uma contra resposta.
- Então eu acho que vou ter dois filhos. Um cadeirante e um que anda!!
 Bom seria se resolvessemos tudo simples assim!!

Bjks
 Victor na Handbike durante a feira Reacess no Rio de janeiro


 Victor e seu amigo Caio fazendo uma corrida de cadeira de rodas também durante a Feira Reacess no Rio de Janeiro.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: