sexta-feira, 26 de junho de 2009

Vida real

Há duas semanas atrás, tomamos mais um susto. O Lucas foi ver o DVD do Hot Wheels no seu quarto e do nada o Fabio entra e dá de cara com uma cena pouco comun. Uma parede manchada de sangue. Ele logo me chamou e quando eu entrei no quarto que vi, pensei que seu dedo estava pra cair, o coração até ficou acelerado. Fiquei mais tranquila quando o Fabio me mostrou que o dedinho dele ainda estava lá, quase intacto... então ficamos eu e o Fabio sentindo um baita aperto no peito, o Victor quase chorando e ele lá, pulando, gritando iahh e reclamando porque estávamos na sua frente... Só faltou dizer, dá licença, que estou vendo meu filme rs rs

E por falar em susto... Sábado foi uma loucura pra nós. Começamos com um café da manhã que servio de almoço, na rua... a tarde um casal de amigos nos visitaram e fizemos um lanche. Quando chegou a noite, estava sem fome e também um "pouquinho" cansada pra fazer comida. Fomos jantar fora, mas as crianças não quiseram comer nada... e acabei permitindo que comessem batata frita.

A meia noite eles foram dormir e nós ainda ficamos acordados até as 2 da manhã. As 3:00 acordamos com barulhos estranhos próximo a nossa janela. Ficamos um pouco asustados e esperamos acordados até o barulho acabar, o que durou uns 10 minutos. Quando estávamos nos preparando para dormir novamente escutamos o Lucas. Não estava bem, tinha dificuldades para respirar e bastante secreção. Cheguei a pensar que estava tendo uma convulsão, mas felizmente não era. Esperamos um pouco, fizemos duas inalações e ele não melhorou, até sairmos para ir ao hospital. Por sorte, passava uma viatura bem na frente o prédio e nos auxiliaram.
Entramos normalmente e o Lu se acalmou e dormiu. Eu por outro lado comecei a me sentir mal. Olhei em volta e me senti como se estivesse no lugar mais apertado do mundo. Começou a me faltar ar e lembrei que era a quarta vez que sentia essa sensação horrível. Perguntei ao Fabio se dava pra baixar o vidro, já imaginando que não dava. E essa confirmação só me deixou pior. Minhas mãos ficaram frias, estava me dando tonturas. Aos poucos fui olhando pro Lu e até queria que ele estivesse bem mal pra que eu não pensasse no que estava sentindo. Tentei respirar fundo. Pensava no Fabio tendo que cuidar do Lu e da mãe dele desmaiada. O hospital parecia tão longe, mau sabia eu que estávamos perdidos, ainda bem que só soube depois rsrs.
O pior é que eu sabia que a porta da ciatura só abria por fora, então precisava esperar eles pararem o carro e abrir a porta pra nós, pensei em pedir para parar mas o Lu estava em primeiro lugar. Pensando nisso, consegui chegar ao hospital sem ter nenhum ataque.
Mas quando abriram a porta... foi a melhor sensação dos últimos tempos rs rs....
Como isso é ruim... Li um pouco sobre fobias, nem sei se tenho, o fato é que não quero passar por isso de novo. Estou me preparando psicologicamente para ficar em locais fechados e pretendo fazer bastante exercício prático pra que isso passe... Se alguém já passou por isso, por favor me dê umas dicas.
Voltando ao Lu, ele tremia, estava pálido e dizia sentir dor. Chegou a ter febre de 38 graus e sua saturação estava baixa. Ficou no oxigênio, fez inalação e tomou soro. Os exames de sangue e urina deram normal e depois do remédio pra dor ele melhorou. Não há outra explicação pra a crise, senão o fato de ele não ter se alimentado adequadamente no sábado e também de ter ficado sem a ranitidina que toma diariamente.
Pretendo procurar um gastro em breve pra ver como anda esse refluxo e claro que estou redobrando o cuidado. Nunca pensei que passaria tão mal com o refluxo. Enfim, vivendo e aprendendo....
As 10:00 horas da manhã estávamos em casa, para finalmente dormir. Ahh percebi também que preciso me exercitar mais, pois sair com ele no colo de madrugada está cada vez mais difícil, ainda estou com dor nos braços rs rs.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Cristiane A. Fetter disse...

Voce continua sendo uma fonte de inspiração para mim, quando tudo parece que vai quebrar voce arruma forças para se preparar para ficar mais forte.
Te admiro muito Antonia.
Que bom que os meninos estão bem.
bjks

Rita Basílio da Silva disse...

Eu e minha mãe estamos estudando sobre o assunto de moradia há muitos anos.
Eu falo da minha experiência no BLOG. Estou aprendendo que devemos ter paciência.
Obrigada por dividir comigo sua experiência também.
Rita

Karen disse...

Ola Antonia!!

Menina vc é uma guerreira!!
Te admiro mais a cada dia!!
Sou tua fã!!

Adorei o novo lay do blog.

Bjkas e tenham todos um maravilhoso dia

Karen